Você pode ler o primeiro artigo dessa série aqui Alimentação Para Ganho de Massa Muscular

Inúmeras pessoas buscam o corpo ideal – a perfeição. E buscam de maneira rápida: com exercícios intensos e, às vezes, com usos de substâncias perigosas.

Essa é a maneira que não recomendamos! Com isso, há uma série de problemas de saúde que são desencadeados, inclusive já falamos dele no artigo Efeitos Colaterais.

Entretanto, apenas os exercícios são fundamentais para esse objetivo. E, é claro, a disciplina de uma dieta balanceada, a qual pode ser enriquecida com suplementos.

Os suplementos não podem ser confundidos com os temíveis anabolizantes. São nutrientes e enzimas que ajudam o organismo a melhorar o desempenho dos músculos. Mas, eles só funcionam com uma boa dieta e com a prática regular de atividades físicas.

Antes de ler as dicas de suplementação para ganho de massa e hipertrofia, é importante saber que este texto não substitui uma consulta médica. Antes de começar um treino e uma dieta consulte profissionais. O acompanhamento é fundamental para o desempenho!

 

Aminoácidos

Antes de falar sobre os principais suplementos (entre eles, alguns aminoácidos), essa categoria precisava de um destaque no texto.

Os aminoácidos são fundamentais para a hipertrofia, e a ligação deles forma as proteínas. Só com essa informação é possível ter uma noção da importância deles no ganha de massa muscular. Não é mesmo?

São indispensáveis no cardápio de quem pratica atividades físicas, porque reduzem as lesões dos músculos. Afinal, eles barram o catabolismo, um processo que o corpo entra durante os exercícios intensos. O catabolismo é responsável pela perda de massa muscular. Ou seja, a ingestão de aminoácidos colabora para inverter esse processo e favorecer o ganho de massa muscular. Há outros benefícios dos aminoácidos, como aumentar a imunidade, diminuir o colesterol e prevenir alguns tipos de câncer.

 

Principais suplementos para ganho de massa e hipertrofia

  • Proteínas

As proteínas são essenciais para o ganho de massa muscular. Elas são responsáveis pela reconstrução e crescimento de músculos. Há dois tipos de proteínas, e ambas fazem a diferença na hipertrofia:

  • Proteínas de lenta absorção

Muitas pessoas deixam de comer para perder massa gordurosa. Principalmente, depois que se matriculam em uma academia. E isso é um grande erro! Mas, caso você tenha, por necessidade, ficado muito tempo sem comer,as proteínas de lenta absorção podem ajudar. Elas fazem com que o corpo continue recebendo nutrientes, mesmo sem uma alimentação regular.

  • Proteínas de rápida absorção

Elas são fundamentais para a recomposição muscular. E, também, na ativação do metabolismo, o que mantém a perda de gordura. Por isso, devem ser ingeridas logo após o treino!

 

  • Carboidratos de rápida absorção

Eles possuem efeitos parecidos com as proteínas de rápida absorção. Portanto, devem também ser ingeridos após os exercícios.

 

  • BCAA

Esse suplemento é formado por três aminoácidos (Leucina, Valina e Isoleucina). Eles também são recomendados após as atividades, porque evitam a fadiga e colaboram na recomposição do músculo.

 

  • Creatina e Glutamina

A principal função da creatina é o aumento da força de explosão! Ou seja, é fundamental para atividades de explosão, como levantamento de peso. Com mais força, há melhor desempenho nas atividades. A creatina é formada por aminoácidos, e tem esse efeito por inchar as células e o músculo. Ela também ajuda na recomposição da energia. Outro benefício do aumento de água nos músculos é a hidratação.

O uso da creatina pode ser conciliado com a Glutamina, que possui efeito parecido. Entretanto, a Glutamina, outro aminoácido, possui um efeito menor. Logo, se for necessário optar por uma, a escolha correta é a Creatina. Não vale a pena usar a Glutamina isoladamente – será uma perda de dinheiro. São recomendadas no pós-treino.

 

  • Tribulus Terrestris

Acredite se quiser, esse suplemento é um fitoterápico retirado de uma erva-daninha, encontrada, principalmente, no Mediterrâneo. Esse suplemento ajuda na definição do corpo. Afinal, aumenta a massa magra, ou seja, a massa muscular. A planta também possui ação diurética. Dessa maneira, ela evita a retenção de líquidos e diminui o inchaço.

 

Para o consumo de todos esses suplementos, é fundamental o acompanhamento de um profissional. Tanto a ausência, quanto o excesso dessas substâncias podem ser prejudiciais à saúde. Portanto, é essencial fazer exames com frequência a controlar a taxa de enzimas, proteínas, aminoácidos no organismo.

O uso desses suplementos, isoladamente, não irá transformar você em um “maromba” da noite para o dia! Certo? A prática de exercícios é fundamental para a hipertrofia. Só há ganho de massa muscular com treinos, dieta balanceada e repouso!

O mais importante, é não desanimar durante esse processo. Cada um tem um tempo diferente para alcançar os objetivos. É preciso ter paciência para obter o ganho de massa muscular desejável. E, é claro, se preocupar primeiro com a saúde, e depois com a estética! Afinal não vale a pena um corpo sarado, com uma saúde fraca.

E lembre-se a utilização dos suplementos devem ser aliados à treinos específicos, portanto é de fundamental importância consultar médicos, nutricionistas e outros profissionais da área.

Acompanhe:
Parte 1 – Alimentação para Ganho de Massa e Hipertrofia Muscular
Parte 2 – Suplementos Para Ganho de Massa Muscular
Parte 3 – Dieta Para Ganho de Massa Muscular

No próximo artigo iremos fazer sobre dietas específicas para ganho de massa muscular.

Não Perca! Continue nos acompanhando e bons treinos.