“Não tenho tempo para treinar”

… “não tenho tempo para ir à academia”

“de noite, quando estou livre, a academia está lotada”

“o trabalho é muito cansativo, não sobre disposição para treinar”…

Sim! Você já ouviu ou deu alguma desculpa desse tipo para faltar aos treinos.

Mas calma! Este texto não é um julgamento! É totalmente compreensível a desmotivação para treinar por falta de tempo e ânimo. Essa é uma realidade comum, já que a rotina do brasileiro está, cada vez mais, acelerada e atribulada.

Por isso, se você quer conciliar estudo, trabalho e musculação, confira as dicas deste texto:

Falta de tempo não é desculpa

“Foco”, você também já deve ter ouvido essa palavra no contexto dos treinos. E é exatamente isso mesmo: você precisa ter foco para saber administrar o tempo, a rotina e não perder a motivação, a energia. O foco tem a ver com os seus objetivos, suas prioridades, e é isso que vai definir a quantidade de horas que você irá dispor para o treinamento.

Saiba como organizar seu tempo

1) Tenha os objetivos bem claros

Qual o seu objetivo com a musculação?

Para cada objetivo você terá que disponibilizar tempos diferentes nos treinamentos. Ter em mente qual é seu objetivo é fundamental para começar a organizar sua rotina.

 

Sem Tempo Para Malhar Dicas para Conciliar Trabalho, Estudo e Musculação - trabalho

2) Faça planejamento de horários

Tenha em mãos um pedaço de papel (ou uma agenda, para os mais metódicos) e defina quais são seus horários.

Marque o horário de entrada e saída do trabalho, da faculdade, do curso de inglês… Anote também o horário de transporte e locomoção. Não se esqueça de reservar os horários para descanso, atividades domésticas e estudos.

3) Respeite os horários das refeições do treino

Se alimentar nos horários corretos vai otimizar qualquer que seja o seu objetivo. É fundamental saber conciliar os treinos, trabalho e estudo com os horários das refeições.

A depender do seu objetivo varia de 6 a 8 refeições por dia! E muitas vezes a sua disponibilidade para fazer essas refeições regulares, vai definir os seus horários de treino.

Por isso, reserve com cautela os horários certos para cada refeição adequada para o seu objetivo, de forma que não ultrapasse o horário estipulado. Consulte o seu treinador ou nutricionista.

5) Coloque em prática

Para que todo o planejamento funcione… é preciso colocar em prática obviamente.

É importante fazer testes, a princípio, e entender como o seu organismo irá funcionar com os horários de treinos.

Talvez nas primeiras semanas você irá sentir um cansaço exagerado – é normal. Apenas reveja a tabela de horários se esse cansaço persistir, e estiver atrapalhando o seu desempenho.

Obs: Outros motivos podem ocasionar o excesso de cansaço. Portanto, sempre consulte um médico!

 

O horário influência o treino de musculação?

Se você está organizando a sua rotina para conciliar trabalho, estudo e musculação, deve se perguntar: O horário influência no treino?

Depende!

A resposta parece ser simples, mas não é!

O horário do treinamento pode sim alterar o seu desempenho na musculação. Por exemplo, muitos especialistas sugerem que o treino seja feito de tarde ou noite. Porque a taxa de cortisol está mais alta de manhã e, se as atividades físicas forem feitas no final da tarde, há mais produção de testosterona. Logo, o desempenho é melhor ao anoitecer.

Por outro lado, há especialistas que sugerem que o corpo se adapta de acordo com a rotina. Afinal, ele é uma máquina inteligente. Dessa maneira, as taxas hormonais são equilibradas de acordo com a repetição de horários no cotidiano.

Mas, qual o melhor horário para treinar?

O horário que você tem livre! De acordo com a sua agenda.

 

Sem Tempo Para Malhar Dicas para Conciliar Trabalho, Estudo e Musculação - acordar

Os diferenciais de cada horário

  • Treinar de Manhã (ou antes das 6h)

Prós:

  • Organismo acelerado = maior disposição
  • Temperatura agradável
  • Corpo descansado
  • Mente relaxada

Contras:

  • Não há nutrição suficiente para o corpo
  • Não há hidratação suficiente para o corpo
  • Pode ser um problema para quem não tem uma boa noite de sono

Dica: Reforce o café da manhã e aqueça bem antes de começar os treinos.

 

  • Treinar de Tarde (ou horário de almoço)

Prós:

  • Temperatura corporal alta = melhora rendimento dos músculos
  • Evita aquele sono após o almoço
  • No final da tarde, há mais força

Contra:

  • Se for no horário de almoço, há a perda de um momento de refeição e descanso
  • Muito calor
  • Baixa umidade do ar

Dica: Evite trocar o horário de almoço pelos treinos. Procure não treinar em lugares abertos, com muito sol.

 

  • Treinar de Noite (depois de um dia inteiro de trabalho e estudo)

Prós:

  • Temperatura agradável
  • Pode cansar o corpo, e dar à pessoa uma noite de sono profundo
  • Evita a ansiedade para realizar outras tarefas em seguida
  • Relaxa

Contras:

  • O corpo está mais cansado
  • Pode ser um problema para quem tem insônia (o sono fica agitado)
  • Há mais gás carbônico no ar
  • Academias estão mais lotadas

Dica: Se for treinar de noite, tem bastante disciplina, para não desviar o caminho… E ir direto para a cama!

 

Lembre que esse texto não substitui a consulta de um profissional da área. Dentre os especialistas que podem te ajudar na seu planejamento, você pode contar com o instrutor da sua academia, Educador Físico, Nutricionista e até o um Médico clínico.

Na segunda parte nós iremos falar sobre os locais para treinar, onde treinar para quem tem pouco tempo e treinos específicos em poucos dias da semana.